Dia Mundial do Meio Ambiente: No Tocantins existem apenas três aterros sanitários licenciados.


          Lixo se mistura com a natureza em Almas-Tocantins.

Há 47 anos, no dia 5 Junho é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. Data que celebra a conscientização dos problemas ambientais e da valorização da preservação dos recursos naturais. No Tocantins, os problemas ambientais, principalmente os ligados ao saneamento básico afetam milhares de pessoas.

De acordo com  Tiago Portelinha, Engenheiro Ambiental e Doutor em Ciências Biológicas, no Tocantins, dos 139 municípios, apenas três possuem aterros sanitários licenciados, o que segundo ele, é uma grande problemática, uma vez que a Lei nº 12.305/10, regulamenta que a forma correta de disposição do lixo deve ocorrer em aterros sanitários, e não em lixões, muito comum pelo Estado tocantinense.


Lixão do Município de Chapada de Areia

Segundo o Engenheiro Ambiental, a disposição incorreta do lixo é responsável por contaminar o solo, ar e os lençóis freáticos, ocasionando sérios problemas ambientais e consequentemente da saúde pública. “A gente precisa ter  cuidado com a disposição dos resíduos para evitar a proliferação de vetores e consequentemente de doenças ocasionadas pela falta de saneamento”. Reforçou o Doutor em Ciências Biológicas.

Soluções

No Tocantins, desde de 2018,  Planos Municipais de Saneamento Básico – PMSB, uma parceria da FUNASA com a Universidade Federal do Tocantins, que visa levar para 22 municípios do estado, projetos de saneamento que englobam o abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos e a drenagem e manejo de águas pluviais.


              Ação do PMSB-TO no município de Conceição do Tocantins

O Engenheiro Ambiental e professor universitário, Sérgio Carlos B.Queiroz, afirma que a infraestrutura dos sistemas de saneamento básico dos municípios tocantinenses devem ser capazes de fornecer os serviços de saneamento básico com regularidade e acessibilidade, melhorando assim a qualidade da saúde pública local. “Os planos Municipais de Saneamento são instrumentos para buscar a melhoria dessa realidade precária ainda existente em diversas regiões do Brasil”. Disse em entrevista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here